Homesick

Para uns sonho significa o que se almeja alcançar: uma casa na praia, um carro novo, uma viagem a Paris. Ja para outros, sonho é algo mais palpável: o almoço do dia anterior, as ferias do ano passado, a vida que esta tendo ao lado de quem ama. Mas para todos também é algo que vem nos visitar durante a noite ou dia quando estamos, ao mesmo tempo, distantes e próximos da realidade.

Alguns acreditam que podemos interpretar os sonhos, Freud mesmo tem uma longa literatura sobre isso, outros acham que ha muito de premonição. Seja la o que o sonho significa, para mim atualmente é onde me vejo próxima de pessoas tao queridas que estão distantes.

Ja tive encontros com minhas irmas, amigas… essa semana passei horas conversando com a Denise. Ja participei de festas de família. Fui visitar a Fernanda na Austrália.

E ontem, durante a noite, banhado por um Sol tao reluzente eu e minha mãe visitávamos um museu onde havia uma exposição de fotos da minha infância. Enquanto minha mãe ia recuperando as fotos não compreendendo como elas haviam parado ali sem sua autorização, eu as ia observando.
Me encantei com uma delas, meio narcisista, achei aquela Daniela ao lado da irma tao bonitinha que fui chegando mais perto para observar a foto. E ao me aproximar a foto se transformou. Ja não era mais eu e a Juliana em nossa infância, era a Ana Paula e o Gabriel ainda bebes.
O incrível e que o Gabriel, que estava em um rio translucido, ganhava vida e afundava no fundo do rio e em seguida emergia novamente. Ao sair da água sorria para mim com um sorriso tao puro e inocente.

Eu não sei o que Freud diria, mas o que eu digo é que os sonhos me transportam para outra realidade, me fazem acordar no meu antigo quarto na casa dos meus pais, sentindo a presença da minha irma na cama ao lado. Sonhos que me deixam em estado paradoxal: feliz por ter de quem sentir saudade, e triste por senti-la.

Um dia alguém me disse que ao deixarmos nossa realidade em busca de sonhos nunca mais nos sentimos completos em lugar algum, sempre vai nos faltar algo. Talvez seja, então, essa a significação de meus sonhos: a tentativa de unir duas realidades eliminando esse espaço vazio, digo, esse espaço cheio de saudades dentro do meu coração.

Post escrito em dezembro 2011.